7 Parques Nacionais Alternativos para se Visitar nos Estados Unidos


Dry Tortugas, Flórida

dry-tortugas

A Flórida é geralmente procurada por suas praias e parques temáticos, mas se você ir até o sul, próximo a Key West e seguir o caminho do mar, você vai encontrar estas intrigantes ilhas desabitadas a 110km da costa.

Descobertas pelo explorador Ponce de León no ano de 1513, as ilhas ainda contam com o parque nacional de Dry Tortugas, que mistura a história do Fort Jefferson, uma fortaleza impressionante e inacabada com 299 espécies de pássaros em migração. Ainda é possível fazer um mergulho nos corais que cercam as pequenas ilhas.

Não há estrutura para visitantes, você deve levar tudo que você precisa para usar no dia.

Sequoia, Califórnia

sequoia-national-park

A Califórnia é um dos maiores e mais popoulosos estados Americanos, apesar da maioria dos turistas visitar o parque Yosemite, o parque de Sequoia é uma atração interessante e alternativa.

A atração principal são as árvores do gênero Sequoia sempervirens, uma espécia que se destaca por longevidade e grande porte, podendo ultrapassar os 100 metros de altura e uma grossura considerável.

O parque possui trilhas que te levam aos bosques e lugares silenciosos e calmos. A falta de visitantes se dá pelo terreno, a maior parte do parque é de área selvagem, somente acessível por cavalo ou a pé.

Bryce Canyon, Utah

bryce-canyon

Destacado por sua geologia única, o parque Bryce Canyon, abriga uma série de pirâmides de rocha de formatos variados originadas por milhares de anos de erosão pelo vento e pela água.

O parque não chega a ser um grande canyon, mas possui uma vista excepcional de suas formas vibrantes. Localizado a 330 quilômetros de Las Vegas, o parque ainda oferece uma das melhroes vistas do céu a noite, com o ar limpo por causa de sua distância das cidades.

Gates of the Artic, Alaska

Your ads will be inserted here by

Easy Plugin for AdSense.

Please go to the plugin admin page to
Paste your ad code OR
Suppress this ad slot.

Gates of the Arctic National Park and Preserve, Alaska.

O estado do Alaska é conhecido por ter gigantescas áreas selvagens, não é diferente para o parque Gates of the Artic, com mais de 39.400km², o parque chega a ter o tamanho de alguns países da Europa. Entretanto, o parque não deve ser visitado por qualquer turista, não há infraestrutura para visitantes, caminhos e instalações. A civilização está muito distante, sendo o transporte aéreo feito por pequenas companhias locais o principal meio de se chegar até o parque.

Shenandoah, Virginia

shenandoah

Com mais de 40% de suas terras determinadas pelo congresso como preservação natural, o Shenandoah é um enorme parque selvagem com mais de 322.000km² de extensão.

A principal atração é a Skyline Drive, uma estrada com 169km que atravessa o parque contornando as montanhas. Muitas pessoas fazem a rota na estação do outono, quando as folhas das árvores mudam de cor.

O parque ainda oferece um enorme espaço para quem deseja acampar.

Mesa Verde, Colorado

mesa-verde

O Colorado é um estado americano famoso pelas montanhas rochosas, porém, alguns turistas frequentemente visitam o parque nacional Mesa Verde, que contém muito do coração da história dos índios americanos.

Considerado patromônio mundial pela UNESCO, localizado próximo a Four Corners (encontro dos estados de Arizona, Colorado, Novo México e Utah) e com uma área total de 211km quadrados, o parque é uma experiência única por causa de suas ruínas e vilarejos antigos das tribos Pueblo. As construções são estruturas em cavidades ou nas saliências de paredes conhecidas como cânions.

Crater Lake, Oregon

crater-lake

Os Estados Unidos abrigam um dos lagos mais profundos do mundo, um deles é o Crater Lake, um lago localizado na cratera dormente de um vulcão com mais de 590 metros de profundidade no coração do parque nacional de Crater Lake.

Outra atração do parque é a estrada Rim Drive, que permeia as bordas da cratera com um visual cenográfico.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*