Você está aqui: Capa » Saúde » Imunidade Baixa

Imunidade Baixa


Se você se sente muito cansado, tem problemas de pele e possui unhas fracas, é possível que a sua imunidade esteja baixa. Porém, existem vários outros sinais da imunidade baixa e, não necessariamente, tais sintomas significam que você precisa melhorar a sua imunidade. Por conta disso, preparamos algumas dicas para você conhecer sintomas, causas e tratamento da imunidade baixa.

Ao estar preparado para evitar e combater esse problema, sua vida será muito melhor, pois a imunidade baixa pode gerar uma série de complicações. Em alguns casos, ficar com a saúde debilitada por conta da baixa na imunidade pode ser ainda mais perigoso, como em idosos, bebês, pessoas que possuem diabetes, entre outras situações.

Causas da imunidade baixa

Em geral, a imunidade baixa do organismo é causada por fatores diversos, podendo ter relação com doenças ligadas ao vírus HIV, por exemplo, e outros agentes que prejudicam o organismo quando este é exposto em algumas situações. Além disso, há quem fique com a imunidade baixa devido a desequilíbrios emocionais, incluindo crises de estresse, ansiedade e depressão.

Também existe a possibilidade de ter imunidade baixa em decorrência da falta de equilíbrio na alimentação, visto que a carência de vitaminas compromete a sua imunidade, por exemplo. E é importante ressaltar que a origem da imunidade baixa pode estar ligada a predisposições hereditárias. Portanto, consultar um médico é fundamental para o diagnóstico mais preciso e eficiente. Além de conferir os sintomas apresentados, o profissional da saúde responsável pela avaliação costuma analisar o histórico familiar do paciente, para identificar casos de imunodeficiência na família

Sintomas da imunidade baixa

Otites

Quem sofre de otites deve ficar atento, pois a ocorrência de diversas otites no ano pode indicar imunodeficiência. A otite é uma inflamação gerada pelo acúmulo de líquido no ouvido, provocando dor, redução da audição, coceira, febre, entre outros sintomas.

Pneumonias

Ter pneumonia mais de uma vez no ano também pode apontar uma queda na imunidade. Logo, preste atenção nos sintomas da infecção no pulmão, que incluem febre alta, tosse com expectoração, perda de apetite, e muito mais.

Infecções intestinais

A frequência de infecções no intestino também é um dos indicadores de imunodeficiência. Sendo assim, procure um médico em caso de diarreias com grande regularidade, além de outros problemas intestinais associados a infecções.

Gripes

Problemas de saúde considerados corriqueiros também podem sinalizar imunidade baixa, o que dificulta a percepção imediata da imunodeficiência. Ao ter gripes constantes, é fundamental marcar uma consulta um clínico geral para saber se a incidência da gripe ocorre em função de um problema imunológico, que deve ser tratado com um imunologista.

Tratamento da imunidade baixa

1. Alimentação balanceada

Para tratar a imunidade baixa, é importante comer bem, ou seja, optar por alimentos que fazem bem à saúde, como frutas, verduras, legumes e outros alimentos que possuem os nutrientes necessários para impedir que o sistema imunológico seja afetado, como gengibre e chás que combatem infecções. Além disso, consuma vitaminas diversas, ômega 3 e muita água;

2. Menos estresse

Quem fica estressado com regularidade tem o organismo prejudicado, pois aumenta a liberação de corticosteróides nessas situações. Tais hormônios são imunossupressores. Logo, você deve evitar tensões desnecessárias, tentando relaxar a partir de atividades físicas e outras formas de lazer;

3. Higiene

Hábitos que aumentam a sua higiene também devem fazer parte da sua rotina. É o caso de lavagem adequada das mãos antes e após o uso de banheiros ou antes de qualquer refeição. Lembre que a limpeza do corpo contribui para o afastamento de doenças e infecções;

4. Sono regulado

Em vez de dormir mal e pouco, passe a ter um sono regulado, de modo que suas noites não prejudiquem o funcionamento do corpo aumentando o estresse e diminuindo a imunidade. Normalmente, o ideal é dormir cerca de 7 horas diariamente, sem deixar que distúrbios do sono atrapalhem o momento de descansar;

5. Nada de exageros

Cuidado com excessos de qualquer tipo, desde exercícios físicos cansativos até a ingestão de álcool. Não se esqueça de que o consumo de drogas precisa ser evitado. Caso você não consiga ficar sem beber e fumar, faça isso com menos frequência.

Deixe a sua opinião sobre as nossas sugestões para não ter imunidade baixa e relate suas experiências ligadas ao tratamento desse problema!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Scroll To Top